Tags

, ,

Você estuda, estuda e estuda, por horas a fio, pensando nas próximas provas, fora os trabalhos que os professores pedem. Alguns de nós ainda temos que conciliar com o  TCC… e bate aquele desânimo. Mas se acalme! Ficar desmotivado é normal.

Se você ainda está inseguro, preparamos cinco dicas infalíveis para você se manter motivado nos estudos ao longo do ano. Veja:

1. Pense menos nas dificuldades
Acredite, não adianta nada ficar nervoso pensando na quantidade de coisa que ainda falta estudar, e no pouco tempo que você tem para aprender tudo. Afaste de si os pensamentos negativos: se você acumulou matérias atrasadas de ontem, tente refazer seu cronograma para recuperar o tempo perdido no fim de semana. Se não entendeu muito bem algum tópico aleatório, pare de se torturar pensando que nunca vai conseguir aprendê-lo: vá logo até seu professor ou e resolva de uma vez o problema. Evite ficar irritado consigo mesmo se cometer algum erro ou não conseguir cumprir a rotina de estudos algum dia. Sem noia!

2. Faça uma lista do que você aprendeu no dia
Reconhecer o progresso que você vem fazendo pode ser uma boa estratégia para as horas em que se sentir desmotivado. Ao fim de cada dia, pegue um papel e faça uma lista do que você estudou e o que conseguiu aprender em cada disciplina. Assim, você pode manter um controle do trabalho que vem fazendo e de cada avanço que dá, por menor que seja. É hora de se parabenizar pelo seu esforço, não acha?  🙂

3. Reconheça as pequenas vitórias
Esta etapa está muito relacionada com a anterior. Ficar feliz com cada pequena vitória que você alcança, é uma das chaves para compreender que o seu objetivo pode ser alcançado, e para te dar uma dimensão mais completa do que você já fez (e o que ainda falta ser feito). Aqui vai uma lista de exemplos: – Conseguiu terminar o capítulo do seu TCC no prazo? – Conseguiu fazer os trabalhos que os professores pediram? – Conseguiu resolver toda a lista de exercícios de uma determinada matéria? – Conseguiu dominar por inteiro algum dos tópicos daquela disciplina?

4. Cuide do básico
Lição básica: corpo cansado não consegue aprender nada. Virar a noite estudando (e dormir mal), deixar de se alimentar direito ou, ainda, não fazer nada além de estudar: tudo isso pode ser o que está “acabando” com você e com a sua disposição. Se você não se cuida, não é de surpreender que se sinta desmotivado. Antes de pensar em prazos e matérias, pense primeiro em si mesmo.

5. Mantenha o foco no que o seu objetivo significa para você
Pense no curso que você escolheu. Você se dedicou horas a fio por isso, não é? Quais são os motivos verdadeiros que fizeram você optar por essa carreira? Há muitas respostas possíveis para essa pergunta, como “vai me trazer muito reconhecimento”, “tenho afinidade com as matérias”, “é o que mais se encaixa no meu perfil” ou até “posso ganhar muito dinheiro”. Todas as razões são legítimasmas, além disso, tire um tempo para pensar nos motivos pessoais que te levam a estar estudando este curso. Pense no que isso significa para você e estabeleça o que é importante. Priorize os seus sentimentos.

E aí? Injeção de ânimo galera! 😉

Fonte: Guia do Estudante

Anúncios